quinta-feira, 11 de agosto de 2011

O comércio pelo mundo!


Oi gente!

Hoje vou falar sobre o comércio em diversas partes do mundo, enfatizando as negociações em nosso país...tudo que vou relatando aqui tem, em maior ou menor grau, relação com a criação da Personnalité. As fontes de informação foram: palestras e cursos no Sebrae, pesquisas e vivências minhas e do meu esposo lindo! em viagens pelo Brasil e no exterior! Espero que gostem e claro, opinem novamente.

No Brasil e nos países das Américas em geral, o comércio tem características semelhantes às do comércio norte-americano. Esse modelo se baseia no comércio rápido e eficiente, ou seja, você chega, escolhe o que gostou, prova, paga e vai embora. Por seguir este padrão, às vezes no Brasil acabamos sofrendo as consequências pois nem sempre há funcionários suficientes para atender o cliente e o que deveria se tornar rápido e prático, demora muito e o cliente embora fique satisfeito com a peça que comprou, provavelmente não ficou com o tempo que dispensou para adquiri-la! Tanto é que, muitas pessoas hoje procuram ir à lojas menores, nos bairros, com estacionamento de fácil acesso, bom atendimento e menor volume de pessoas, mesmo que para isso, paguem uma pequena porcentagem maior nos produtos. E assim, estes acabam sendo diferenciais atrativos aos consumidores!

Em cidades da Europa como Milão, New York e Paris (sendo estas atualmente as principais capitais da moda no mundo), são visíveis algumas mudanças. Se você chega em uma loja procurando um batom por exemplo, prepare-se, você não vai levar só isso! Você pode até começar pelo batom mas, a vendedora te mostra diversos tipos de batom, testa as cores em você e de quebra, mostra uma base que dá certo pra seu tom de pele, sem esquecer do pó, sombras, etc...Tudo bem, em alguns locais no Brasil a gente vê vendedoras oferecendo outras mercadorias além das quais procuramos, mas às vezes acaba até sendo incômodo de tanto que nos aperreiam, não é? Então, na Europa essa "chateação" não acontece e quando você está bem satisfeita com seu novíssimo super kit de maquiagens, a mocinha vem e coloca em você um acessório, tipo, um colar lindo. Tá, aí vocês vão dizer que ela já tá forçando a barra né? Pois digo que não! Ela escolheu um acessório para te PRESENTEAR! É de cair o queixo não é? A vontade é já sair da loja toda maquiada com o kit comprado e esbanjando o belo colar no pescoço. A compra de perfumes também tem suas particularidades, as vendedoras fazem uma mini-entrevista com o compradores, perguntam do dia-a-dia do cliente para selecionar que tipos de fragrâncias são mais adequadas para você, simplesmente o máximo!


Chegando no oriente, encontramos formas diferentes de cativar o cliente. Se você chegar em uma loja da Índia, ninguém vai te oferecer mercadorias de cara...vão lhe oferecer um chazinho, puxam uma conversa com você e vão observando o que o cliente está olhando, se fixou o olhar por exemplo, em um lenço e, de repente, sem que você diga nada, o vendedor vai pegar AQUELE lenço lindo que você adorou, vai colocar em você e perguntar se não ficou ótimo! Como quem não quer nada, ainda trazem acessórios que combinem com sua cor de pele e negociam bastante o preço.

Agora ficam as perguntas: Existe um tipo melhor de comércio? Que aspectos vocês destacam do textinho acima? E que julgam ser atrativos para quem compra? Com o tempo vocês vão entender aonde quero chegar com tudo isso!!!

Beijinhos

2 comentários:

  1. Que bom que você gostou Rebecca...acho que você vai gostar do próximo!!!=D
    Beijo

    ResponderExcluir